Hipotireoidismo Subclínico

Não é incomum encontrarmos em pacientes dosagens dos hormônios da tireoide dentro dos parâmetros normais, embora os sinais e sintomas apresentados como: fadiga, falta de energia, desanimo, retenção de líquidos, elevação de colesterol e maior tendência ao aumento de peso sejam suspeitos do mau funcionamento desta glândula. Antes de medicar com os hormônios tireoidianos, que muitas vezes se faz necessário, é importante observar deficiências que podem levar a este tipo de síndrome. Para que a tireoide tenha um funcionamento adequado é imprescindível a presença de maneira equilibrada em nosso organismo de dois elementos essenciais: iodo e selênio, diretamente envolvidos na formação dos hormônios tireoidianos. Outros elementos importantes e que podem estar em falta são o zinco, ferro, cobre e a vitamina D. A tirosina, aminoácido não essencial, também esta envolvida em todo o processo, imprescindível no tratamento. Atualmente, com o solo pobre em nutrientes e o uso da alimentação processada e desequilibrada, estas deficiências estão muito mais presentes do que imaginamos. A boa noticia é que podem ser suplementadas com bons resultados.

Agende sua Consulta